• Peru: Todas as dicas para programar a sua viagem!

Bruges: A Veneza do Norte

Postado em

Quando fui visitar meu irmão na Europa ano passado, ele comentou comigo que queria conhecer Bruges – eu já havia visto algumas fotos e posts e logo fui me apaixonando por essa cidadezinha, também conhecida como “ Veneza do Norte”, devido aos seus diversos canais.

Como já comentei em posts anteriores, ficamos hospedados em Bruxelas e decidimos fazer um bate a volta a Bruges.

Bruges é uma encantadora cidade medieval, que já teve grande importância econômica entre os séculos XIII e XV destacando-se com sua indústria têxtil.

image (17)

Hoje a economia da cidade basicamente deve-se ao turismo – sua proximidade com Bruxelas e também Paris leva diversos turistas a explorarem suas ruelas e canais todos os anos.

image (15)

O que fazer em Bruges?

O mais bacana de Bruges, na minha opinião, é esquecer o mapa e seguir a sua intuição – lá, o barato é se perder pelas ruas da cidade, apreciar a sua arquitetura, encantar-se com seus canais, parar numa lojinha pra comprar seu chocolate e deixar o tempo passar 🙂

image (18)

De qualquer maneira, é claro que a cidade tem aqueles lugares bacanas que você certamente vai se arrepender se for e não conhecer. São eles:

Passeio pelos canais

Logo que chegamos à cidade, passamos pela igreja de Nossa Senhora e então seguimos reto em direção ao centrinho de Bruges e logo vimos de onde saiam os barquinhos ara fazer o passeio pelos canais.

Passeio pelos canais

Passeio pelos canais

Compramos o bilhete (sorry, mas não lembro quanto custou) e aguardamos alguns minutos pela nossa vez. O passeio é lindo!!! O barquinho é pequeno e consegue explorar alguns canais estreitos, eu não sabia o que fazer: se fotografava ou admirava a paisagem!

image (20)

image (19)

Lógico que é um passeio super “turistão”, mas Bruges já é uma cidade totalmente voltada ao turista mesmo. Vá por mim, você não se arrependerá de fazer esse passeio!

O charme da janela!

O charme da janela!

 

Igreja de Nossa Senhora

É uma igreja linda logo no começo da cidade. Lá dentro, existe uma escultura da Madonna, feita por Michelangelo, e dizem que foi a única obra do artista a sair da Itália enquanto ainda era vivo.

678

Grote Markt

É a praça principal de Bruges, onde você provavelmente vai se encantar com a arquitetura dos edifícios. Lá, você também encontrará muitos restaurantes, cafés, lojas e uma grande aglomeração de turistas hehehehehe

DSC_0128

Nessa praça também fica o Campanário, e, para os bem dispostos, é possível encarar os mais de 360 degraus ara conseguir ver a cidade lá de cima! Deve ser maravilhoso, mas eu não encarei…rs

823

Campanário

 

Burg

É outra praça importante de Bruges, onde se localiza a Prefeitura da Cidade e a Basílica do Sangue Sagrado (que afirma abrigar um frasco com o sangue de Cristo).

Prefeitura

Prefeitura

O portão para Burg

O portão para Burg

Koningin Astrid Park

Descobrimos esse lindo parque por acaso, durante nossas andanças pela cidade! Durante séculos, esse parque serviu como jardim do Monastério franciscano e hoje, felizmente, está disponível para todos aqueles que querem descansar em meio a esse pequeno paraíso, fazer um piquenique, praticar exercícios…conhecer esse parque foi uma grata surpresa em Bruges.

DSC_0094

DSC_0095

DSC_0093

Chocolates

São inúmeras as lojas de chocolate em Bruges, impossível não sair da dieta. As vitrines são tão caprichosas (e deliciosas) que inevitavelmente você acabará entrando em alguma lojinha. Bruges conta com o Museu do Chocolate, que eu não visitei, mas quem tiver interesse, deixarei o site no final do post, ok?

Duas paixões: sapatos e chocolates...rs

Duas paixões: sapatos e chocolates…rs

Rendas

Antes de conhecer Bruges, desconhecia seu importante passado histórico e tradição têxtil. Você encontrará muitas lojas de rendas, tanto em Bruges quanto em Bruxelas. Se o preço for barato demais em relação a outras lojas, desconfie e pergunte se o produto é realmente feito a mão.

Artesão em Bruges

Artesão em Bruges

Como chegar em Bruges:

Os trens partem da estação Bruxelles Midi, a maior de Bruxelas e a viagem dura apenas 1 hora. Nós compramos os bilhetes na hora no próprio guichê, sem filas, mas imagino que em alta temporada deve ser mais cheio. Cada trecho da viagem custa cerca de EUR 20 e, se você quiser garantir o seu bilhete comprando online, ou mesmo conferir os horários de partida e chegada, consulte o site da Rail Europe aqui.

Gostou? Deixe seu comentário, com dúvidas, sugestões…o espaço aqui é todo seu 🙂

Sites úteis:

Atrações em Bruges: clique aqui

Museu do Chocolate: veja aqui

0 Comentários para “Bruges: A Veneza do Norte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *