• Peru: Todas as dicas para programar a sua viagem!

Pisa e sua Torre “cai, não cai”

Postado em

Um destino muito procurado para quem visita a Itália é Pisa: muitos querem ver a Torre de pertinho, e certificar-se, com os próprios olhos, como a mesma pode ser tão torta e mesmo assim não cair!

 

1513

 

Devo confessar que Pisa nunca me chamou muito atenção, mas, como eu ficaria hospedada em Florença e havia decidido não alugar carro (pois estava sozinha), Pisa é um bate e volta bem tranquilo. Sem contar que é fácil de conciliar com Luca, cidade essa que eu li tantos depoimentos positivos e logo me interessei 🙂

Antes de mais nada, vamos à parte prática?

Pisa de trem: Como chegar?

Pegue o trem em direção a estação Pisa Centrale (trem de alta velocidade) ou Pisa San Rossore (regional). Se você vier de Florença,  pode comprar os bilhetes na hora- caso venha de Roma , pesquise no site da Trenitalia.

Eu comprei no dia anterior a minha ida a Pisa (Pisa Centrale), nas máquinas da estação Santa Maria Novella. Verifique os horários de saída dos trens para se programar melhor – é bom chegar a estação uns 20 minutos antes da partida do trem, pelo menos! Além disso, não se esqueça de que esse bilhete precisa ser validado antes de você embarcar!! Veja aqui o post completo sobre viagens de trem na Itália.

Descendo na estação Pisa Centrale (preste atenção às paradas do trem, pois pode não ser o ponto final, ok?), no saguão dessa estação você verá uma Tabaqueria – aí mesmo você compra o passe de ônibus (Il biglieto per autobus, per favore!). Não custa nada perguntar qual ônibus pegar para ir até a Torre quando você comprar o bilhete, mas eu peguei a linha LAM Rossa (desça na Parada Via Cameo/Piazza Camin. Não se preocupe: mesmo que você seja uma pessoa meio perdida como eu, praticamente todos descem na mesma parada!).

Para quem comprar o bilhete regional, saiba que esse é mais lento e demora um pouco mais para chegar a Pisa, porém, como vantagem, você desce bem mais próximo a Torre e pode ir caminhando! Optando por esse e descendo mais próximo a Piazza dei Miracoli, você não verá o Rio Arno.

Rio Arno à esquerda e a Capela Nossa Senhora della Spina

Rio Arno à esquerda e a Capela Nossa Senhora della Spina

Sobre Pisa:

 A Torre começou a ser construída no ano de 1173, como Campanário da Catedral. Foi construída em solo arenoso, de forma que, antes mesmo de ser concluída, passou a entortar. Nos anos 1990, a Torre chegou a ser fechada de forma que engenheiros/cientistas trabalhassem em sua estabilização.

1496

Minhas impressões: eu imaginava a Torre maior e bem MENOS torta. Na hora em que a vi, pensei:”Minha nossa! Como isso não cai??” Imagine então como estava antes, na década de 90, quando precisou ser interditada??

1505

Seguuuuura

1518

São mais de 240 degraus para subir a Torre inclinada!

1519

Detalhes das colunas

A Piazza dei Miracoli, onde fica a Torre, a Catedral e o Batistério é muito linda e bem cuidada. No dia em que fui a Pisa, chovia demais, sem parar, sem tréguas, e não me animei de ir conhecer a Catedral, nem subir a Torre. Uma chinesa estava viajando sozinha, assim como eu, e se ofereceu para bater aquelas fotos mega clichê de empurrar a Torre, etc e também me pediu para tirar umas mil fotos dela…rs.  Pois bem, passei a manhã tirando mil fotos e apreciando aquele lugar.

Subir a Torre: sim ou não?

Eu não me interessei em subir a Torre pois pra mim o intuito conhecer aquele complexo todo, e a vista lá de cima não me chamou atenção.

De qualquer forma, por questões de segurança e para manter a Torre ainda em pé…rss…os ingressos para a subida são limitados. O ideal é comprar com antecedência pelo site, ou, se preferir comprar na hora, estará sujeito disponibilidade no dia ou horário.

Mas…é só a Torre?

Na verdade, não! Como comentei, o Campo dei Miracoli, local onde se localiza a Torre, é  bem conservado e bonito. O complexo conta com a Catedral, Batistério, Domo. Você pode comprar os ingressos combinados para essas atrações (detalhes abaixo). É também possível visitar o Museu dell ‘Opera e Cemitério, mas não os fiz. No final das contas, apesar da chuva que insistia em não dar trégua nesse dia, eu acabei me divertindo vendo as pessoas tirando trocentas fotos iguais, sendo que eu mesma estava fazendo a mesma coisa…rs

1522

1492

Batistério, Catedral e a Torre ao fundo

Pisa é, na minha opinião, uma cidade que vale a pena sim ser visitada. Chegando cedo, é possível fazer esse passeio durante a manhã e a tarde partir para uma outra cidade – no meu caso, escolhi Luca, assunto para um outro post.

Informações úteis:

– Compra de ingressos: através do site www.opapisa.it

– Crianças menores de 8 anos não podem subir

– Preço: EUR 18 (veja valore atualizado aqui)

– Horários:

De 07 de Janeiro a Fevereiro: das 10 as 17 horas

Março: das 9 as 118 horas

Abril a Setembro: Das 8 as 20 horas

Outubro: das 9 as 19 horas

Novembro a 24 de Dezembro: Das 10 as 17 horas

De 25 de Dezembro a 6 de Janeiro: Das 9 as 18 horas

– A entrada a Catedral é gratuita.

– Para visitar o Batistério, Museu ou Cemitério:  Compra através do site oficial ou na bilheteria local. Consulte preços aqui.

Espero que tenham gostado. Dúvidas, comentários, sugestões? 🙂

0 Comentários para “Pisa e sua Torre “cai, não cai”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *