• Peru: Todas as dicas para programar a sua viagem!

Piazza del Duomo – Florença

Postado em

O coração de Florença é aqui! 
Eu cheguei à cidade a noite e peguei um táxi na estação- meu hotel era próximo ao Duomo e, enquanto o carro passava pelo mesmo, gente, foi muita emoção! Era muito mais lindo e grandioso do que eu imaginava!!
 
Mas, muita calma, dona Vanessa…rs…fui ao hotel e, logo cedo no dia seguinte, lá estava eu, maravilhada:
 

 

A parte externa é composta de mármore branco, verde e rosa. 


O complexo do Duomo conta com a Catedral (Santa Maria del Fiore), Campanário e Batistério.

  • Duomo:
A Catedral começou a ser construída no século XIII e sua conclusão levou cerca de seis séculos, quando terminara as portas de bronze!
 
O Duomo comporta cerca de 20 mil pessoas e muitas das obras de artes que antes eram ali expostas, hoje estão abrigadas nos museus. Obviamente, todas as estátuas da parte externa do Duomo são réplicas e muitas das originais podem ser visitadas no Museu Dell’Opera del Duomo.
 
A riqueza de detalhes me impressiona demais…
 
Subindo a Cúpula:
 
Confesso, eu amarelei e nem mesmo cogitei subir a Cúpula do Duomo. São 463 degraus, numa escada estreita, com pouca luz natural…acho que fiquei traumatizada depois da basílica São Pedro. Quem quiser ler uma resenha de quem teve coragem de subir, recomendo o relato do Márcio do Tô indo para a Itália.
 
  • Batistério:
O batistério é uma construção octogonal datada provavelmente do século VI ou VII e simboliza o oitavo dia (octava dies), o tempo da Ascensão de Cristo. Simbolizava a vida eterna, que é dada pelo batismo.
 
 
 
Aqui estão as famosas portas de bronze! 
 
A história é bastante curiosa: as portas do lado sul foram entregues no ano de 1336 e representam a vida de São João Batista. Em 1401, foi aberta uma competição para a construção das portas do lado norte. Os competidores foram: Lorenzo GhibertiFilippo BrunelleschiDonatello e Jacopo della Quercia. Ghiberti, então com 21 anos, ganhou a encomenda. Brunelleschi ficou tão desiludido com a perda da encomenda que mudou-se para  Roma  para estudar arquitetura e nunca mais esculpiu. Ghiberti levou 21 anos para finalizar as portas. Essas portas retratam cenas do Novo Testamento. 
 
Eu na frente da porta
As portas do Batistério hoje são réplicas. Você pode ver as originais no Museu Dell Opera del Duomo:
 
A Porta original
 
  • Campanário:
Projetado por Giotto, começou a ser construído no século XIV, conta com sete sinos  e é decorado com cópias de esculturas e relevos que retratam o Antigo Testamento.
 
Campanário ao lado do Duomo
Você pode subir ao topo – são cerca de 415 degraus…haja fôlego!
 
Dicas úteis:
 
Duomo: Piazza del Duomo
Horário: Consulte aqui os horários de funcionamento
Preço: A entrada é gratuita, porém, paga-se para subir a Cúpula (EUR 8). Eles vendem alguns ingressos que associam a subida à Cúpula ao Museu dell’Opera del Duomo, Campanário e Batistério. Para verificar os preços atualizados, clique aqui.
Logo à frente do Batistério (lado oposto do Centro de Informações Turísticas) existe uma entrada onde se vende o ingresso para o Batistério (como eu não subi a Cúpula do Duomo ou Campanário, comprei direto ali.
 
Sites úteis:
 
www.duomofirenze.it
www.operaduomofirenze.it
www.firenzeturismo.it
 
Espero que tenham gostado desse post. Gostaria demais de saber histórias de que subiu a Cúpula: valeu a pena? É mesmo muito perrengue? Me contem! 🙂

3 Comentários para “Piazza del Duomo – Florença

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *