• Peru: Todas as dicas para programar a sua viagem!

Nápoles e Sul da Itália

Postado em

Ame ou odeie: era assim que muitas pessoas me definiam Nápoles. Meus parentes italianos falam da cidade como se fosse a oitava maravilha do mundo, Ai de quem falar mal…rs. Como eu estava com meus primos de lá, que me levariam para conhecer a cidade, não fiz plano nenhum, deixei que apenas me levassem onde quisessem 🙂
Passei 4 dias no Sul da Itália e o intuito desse passeio era de conhecer meus tios (irmãos do meu avô) e primos, logo, não fiz roteiro algum…o que conheci foi lucro 🙂
Bom, vamos começar da parte prática da minha viagem:
De Roma, peguei o trem (eu já havia comprado meses antes pelo site da Trenitalia. Aliás, recomendo muito pesquisar antes, de vez em quando eles tem promoções de passagens a EUR 9. Tinha o trem regional, que leva 2 horas e o de alta velocidade, de 1 hora – comprei esse segundo).
Castel Nuovo
Castel Nuovo

Meu primo foi me buscar em Nápoles e dali parti pra casa dele, em Gragnano, cidade conhecida por sua produção de massas!! Alias, uma pequena observação: O Sul da Itália foi, definitivamente, o lugar onde melhor comi no país!!

Gragnano
À noite, fomos jantar na casa de meu tio em Salerno – importante cidade portuária da Itália (o primeiro é Nápoles). Achei a cidade uma graça, e meus primos me disseram que no Natal a decoração é deslumbrante!
No dia seguinte, passamos a manhã e parte da tarde em Nápoles. Sinceramente…a hora que cheguei lá, pensei: “O que eu estou fazendo aqui?? Por que algumas pessoas recomendam ir a Nápoles, afinal?” hahahahaha…eu me senti na Rua Direita, endereço de comércio popular cheio de camelôs em São Paulo.
Rua em Napoles

Essas ruelas estreitas são a marca registrada de Nápoles.

Muitas pessoas falam que Nápoles é uma cidade super periogosa e tal…a única coisa que achei estranha foi um rapaz que se aproximou do meu primo e ficou falando, falando, falando….ele não em contou do que se tratava. Comentei sobre isso com a minha professora de italiano quando voltei, e ela, napolitana, me falou que é assim mesmo, que eles sabem quem não é de lá e podem ter perguntado ao meu primo.

A recomendação que eu daria é: atentar-se a bolsa, carteira, e evitar de fazer perguntas a pessoas na rua….para nós, brasileiros, esses cuidados já fazem parte do nosso dia a dia.

Nápoles conta com o Museu Arqueológico Nacional, que é super conhecido, mas eu não visitei (se estivesse sozinha, teria ido, mas como estava com meus primos, que foram tão bacanas comigo, preferi ficar quietinha….rs). Já li boas recomendações sobre esse museu, acho que vale a visita.
Não deixe de visitar a Galeria Humberto I (parecida com a Galleria de Milão, ao menos nas fotos…rs) e provar a sfogliatella salgada (siiim, salgada!! E é uma delícia). Minha prima disse que é a melhor!! Eu adorei!
Galeria Humbero I
A sfogliatella fica dentro da Galeria
Depois de caminharmos bastante pelo centro de Nápoles, fomos buscar o carro para almoçarmos. Gente, dirigir no Sul da Itália é bizarrooo!! A maioria dos carros que eu via estavam batidos, achar uma vaguinha na rua par estacionar (as vagas são pagas) é uma peregrinação…eu que sou ruim de baliza, sofreria…hahahaha
Nápoles começa a me conquistar…
Chegamos perto do restaurante e vi uma outra face de Nápoles: LINDA! Olha, acho que meu primo organizou o “tour” direitinho, de modo que eu me encantasse pela cidade:
O vulcão Vesúvio
Uma “outra” Nápoles
Almoçamos num restaurante chamado Antonio e Antonio, onde comi a melhor pizza da Itália!! E a mozarela de bufala que pedimos de entrada, então?? Alias, nunca comi mozarela de bufala tão boa quanto no Sul da Itália. Quem já foi, sabe bem do que estou falando…aqui no Brasil nunca vi e só de lembrar, me dá vontade de voltar….hahahahaha
A melhor pizza!
Endereço Antonio e Antonio: Via Partenope, 26 – Napoli
Muitas pessoas fazem Nápoles e Pompeia em 1 dia, o que acho super viável, apesar de não ter ido a Pompeia!
Aos finais de semana, a rua é fechada para carros.
A noite fomos a um pub, super gostoso, numa cidadezinha próxima a Gragnano. Voltamos cedo porque no dia seguinte teria mais passeios…
E o passeio do dia seguinte era visitar de carro: Castellamare, Piano Sorrento, Sorrento… Nossa, eu fui a Itália em Março, estava frio ainda e nesse dia garoava bastante…mas prometi a mim mesma que ainda volto a Sorrento, no verão!!
A cidade é linda, um charme, as praias maravilhosas!! Só me atiçou a vontade de explorar mais o litoral italiano…
Piano Sorrento
Nós passávamos de carro e parávamos para apreciar e tirar fotos. Infelizmente o tempo não colaborou para um mergulho no mar…rs
Sorrento

Fiquei em dúvida se era uma estradinha…

Olhem o tamanho dos limões!! Aliás, não deixem de provar o Limoncello e Meloncello, super tradicionais (e deliciosos) no Sul da Itália.
Espero que tenham gostado. Como comentei, minha ida ao Sul foi para conhecer a família, não para turistar…mas gostei muito do que vi e quero muito voltar!!

0 Comentários para “Nápoles e Sul da Itália

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *