• Peru: Todas as dicas para programar a sua viagem!

Postado em

O Edifício Martinelli, localizado no centro de São Paulo, conta com 26 andares e já foi considerado o maior edifício da América Latina e tem uma história muito interessante!

martinelli

Seu idealizador foi Giuseppe Martinelli,  um italiano que em 1889 chegou ao Rio de Janeiro – construiu um legado no ramo de navegação e em 1924 inicia uma de suas obras mais polêmicas, a construção do edifício que levaria o seu nome. Naquela época, eram raros os edifícios com mais de 5 andares e a proposta inicial de Martinelli era de construir um com 12, numa área bastante valorizada na época, centro antigo de São Paulo.

Martinelli

Poucos anos depois, Martinelli decide ousar e assim aumenta o prédio para 24 andares, quando então foi embargado – durante toda essa construção, o edifício deu o que falar: muitos achavam que não era seguro, alguns engenheiros recusaram trabalhar na obra, a construção abalou um prédio vizinho, que chegou a ser adquirido pelo Martinelli, muitos incentivavam e muitos outros achavam ser um risco grande. Martinelli gastou uma fortuna para que seu sonho fosse realizado, pois todo o material utilizado foi de primeiríssima linha, como mármores carrara, dentre outros diversos materiais trazidos da Europa. Martinelli conseguiu provar junto aos tribunais que o edifício era seguro mesmo com 24 andares. Pensam que ele ficou satisfeito? Que nada!! Martinelli queria chegar a 30 andares, sendo que 5 seriam destinados a sua residência, mas, de fato, o edifício atingiu 26 andares! O prédio contava com partido politico, cinema, boate, escolar de dança, dentre outras coisas.

Edifício Martinelli

Martinelli

Com a crise de 1929, Martinelli foi a falência e precisou entregar o edifício a um banco italiano. Pegou sua família e retornou ao Rio de Janeiro, deixando ao funcionário do prédio um pouco de dinheiro que ainda lhe restava. Mas Martinelli era um homem muito esperto e conseguiu dar a reviravolta, aliás, sua vida foi marcada por altos e baixos financeiros!

No ano de 1947, o Edifício perde a posição de mais alto prédio ao edifício do Banco Banespa (Banespão) e nas décadas de 1960 e 1970 o edifício entra em declínio, afogado por prédios mais altos ao seu redor e ocupado por muitas famílias de baixa renda, em virtude da considerável desvalorização da região do centro de São Paulo. Atualmente, o edifício comporta algumas repartições públicas.

Martinelli

Toda essa história é contada durante a visita gratuita ao edifício, por um simpático guia, que nos indicou esse video em que ele conta a história do edifício aos visitantes:

Como comentei com vocês, a visita ao último andar do Edifício é gratuita e garante uma linda vista, não apenas do polêmico edifício, como do centro antigo de São Paulo, tendo o famoso Banespão como seu “vizinho”. Depois dessa visita que remete a tanta história de São Paulo, aproveite para tomar um cafezinho e comer um pastel de belém na Casa Mathilde, praticamente na frente do prédio! 🙂

Martinelli

 Edifício Martinelli

Endereço: Av São João, 35 (Existem diversas entradas, mas é nessa, uma porta simples, que dá acesso ao edifício para visitação)

Entrada gratuíta

Horários: Segunda a sexta das 9:30 as 11:30 e das 14 as 16 horas. Importante: as visitas são abertas a cada 30 minutos. Eu encarei uma boa fila quando fui visitor, cheguei por volta das 15:10 e só consegui entrar as 16 horas

Postado em

Fale a verdade: Quando você pensa em Paris, qual a imagem que vem a sua cabeça? Tenho certeza de que para a grande maioria das pessoas a resposta será Torre Eiffel!! Então dê um gole em seu cappuccino e acompanhe esse post pois vou te contar como visitar a Torre Eiffel sem filas! Antes de […]

Postado em

O Edifício Matarazzo fica no Vale do Anhangabau, vizinho ao Viaduto do Chá, no centro histórico de São Paulo, e, assim como outros prédios da região, tem muita história para contar – e o bacana é que é possível fazer uma visita gratuíta e guiada, para conhecer a história do edifício que hoje abriga a Prefeitura […]

Postado em

Finalmente fomos conhecer a Japan House, na Avenina Paulista. Criada pelo governo japonês como forma de difundir a cultura japonesa, possui apenas mais 2 unidades no mundo: Los Angeles e Londres. O fato de São Paulo ter sido escolhida como a terceira cidade no mundo a abrigar o Japan House é algo super bacana!! Desde […]

Postado em

Oi, pessoal, tudo bem? Com o final de semana chegando, passo por aqui para te dar dicas de 10 Fanpages de viagens muito legais, e te convido a ser as páginas no Facebook. Vamos lá? 1. Fui ser Viajante Esse blog é comandado pelo casal Klécia e Rafa há pouco mais de 1 ano. Sempre […]

Postado em

Quem me acompanha no Instagram (@ciaoviaggio), viu que semana passada fomos conhecer o Restaurante Farol da Enseada, pertinho da Praia do Tortugas, no Guarujá! O restaurante, que fica na frente do mar, já funciona há algumas décadas mas há pouco está sob nova direção e com muitas novidades em andamento!! A primeira novidade é o […]

Postado em

Esse imponente edifício parisiense foi construído entre os anos de 1671 e 1678  a mando de Luís XIV para funcionar como um hospital militar, abrigando soldados feridos – chamado de Hotel dos Inválidos, chegou a um total de 6.000 soldados, dentre eles Napoleão Bonaparte, cujos restos mortais encontram-se numa cripta abaixo da cúpula dourada da […]

Postado em

Logo depois de caminhar pelos Jardins de Tuileres, aproveite para conhecer a Place de la Concorde e arredores. Um dos marcos da praça, que é a maior de Paris, é seu Obelisco (Obelisco de Luxor), presente do Egito à França em 1836 em homenagem ao francês Champollion, primeiro tradutor dos hieróglifos. Esse Obelisco tem mais de 3.300 […]

Postado em

Lembro até hoje que quando cheguei a Paris pela primeira vez, era de noite e o táxi passou em frente à Igreja de Madeleine – aquela linda arquitetura grega e as luzes da cidade me emocionaram – de verdade!!  Alguns dias depois fui conhecer seu interior e, na segunda vez em Paris, fiz questão de […]

Postado em

Uma das pontes mais lindas que conheci até hoje foi a Ponte Alexandre III em Paris. Essa ponte cruza o Rio Sena e fica numa localização super estratégica: entre a Avenida Champs Elysee e o Museu dos Inválidos, perto do Petit e Grand Palais e, para fechar com chave de ouro, tem-se uma vista linda […]