• Peru: Todas as dicas para programar a sua viagem!

Postado em

O metrô de Paris pode até parecer intimidador num primeiro momento, de tão grande que é, mas não se preocupe: é super fácil de usar e, nesse post, vou te dar todas as dicas sobre como andar de metrô em Paris!!

Algumas estações de metrô em Paris!

metro1

Mêtrô Paris

A primeira estação de metrô data de 1900 e hoje são 300 estações em funcionamento (imagine se tivéssemos isso em São Paulo, que maravilha??). Muitas linhas do metrô da cidade são super antigas, acontecem greves e muitas estações são sujas e mal cuidadas. Mas mesmo assim, acredite: esse meio de transporte é super eficiente!

O metrô será indispensável em suas andanças pela cidade. É claro que vou super te incentivar a fazer muitos passeios a pé por Paris, afinal de contas, essa é a melhor forma de se conhecer mais lugares inesperados, aqueles que não estavam na sua listinha de pontos a serem visitados e que se tornam uma grande surpresa, sabem? Um restaurante bacana, uma lojinha, uma galleria de arte ou qualquer outro lugar inesperado que não aparece em guia nenhum e  um dia você indicará feliz da vida a um amigo que visitará a cidade…adoro surpresas assim, e Paris está cheia delas 🙂

O mapa do metrô de Paris

Carregue um sempre com você, será mais do que útil. Você pode pegar um gratuitamente das seguintes formas: estações de metrô, nos balcões de informação, internet (clique aqui) ou baixando o app RATP, que é o oficial do metrô de Paris. Eu sempre peguei em estações e carregava comigo na bolsa o tempo todo…

Agora te peço uma coisa: não se desesperem ao ver o mapa do metrô abaixo, achando que vão se perder, que não vão chegar a lugar nenhum…muita calma, querido leitor!! Pode parecer confuso numa primeira olhada, mas o metrô em Paris é super fácil de se orientar, através das cores e números das linhas.

metro

Como comprar os bilhetes de metrô?

Em todas as estações existem as máquinas para comprar bilhetes, que podem ser pagos em dinheiro ou cartão.

Cuidado com o golpe!!  Eu fui numa máquina, tentei pagar em dinheiro mas a nota voltava…aí veio um rapaz tentando “ajudar” – fiquei super com o pé atrás mas ele foi extremamente rápido e bem mais esperto do que eu! Tentou colocar minha nota na máquina e, ligeiro que só, embolsou meu dinheirinho….juro pra vocês, foi tão rápido que nem consegui ver o movimento, já minha mãe conseguiu vê-lo enfiando a nota por dentro da manga do casaco… Fique atento, não aceite ajuda…se não der certo de passar o cartão ou a nota, passe para um outro caixa ou peça ajuda no guichê de atendimento, na pior das hipóteses.

Bom, mas vamos ao que interessa…aqui abaixo você terá o passo a passo para comprar  o bilhete de metrô em Paris:

Metrô Patis

1) Usando esse rolinho metálico, selecione as opções de idioma e insirao cartão ou dinheiro no lado direito

Metrô Paris

2) Selecionar “Buy Tickets”

3) Selecione o tipo de bilhete que você deseja comprar:

  • Ticket t+: cobre todo o centro de Paris (zonas 1 a 3) e pode ser utilizado também para ônibus e trem. É essa a opção que você utilizará praticamente o tempo inteiro! Cada bilhete dá direito a todas as interligações necessárias, tanto de metrô ou trem, contanto que esse não vá além da zona 2!
  • Ticket for Paris region: é o que sera utilizado quando for ao Castelo de Versailles, por exemplo. Comprei só para a ida e volta, no dia do embarque mesmo
  • Tickets para Euro Disney e aeroportos
  • Paris Visit: para 1, 3 ou 5 dias  – pode circular o quanto quiser nas zonas 1 a 3 ou 1 a 5, dependendo do tipo de cartão que comprar, respeitando essa limitação de dias de uso!

Metrô Paris

4) Cada bilhete custava EUR 1,80 quando fui – como passei 1 semana em Paris, comprei o lote de 10 bilhetes, o que custa EUR 1,41 cada – 1 lote de 10 não foi suficiente, precisei comprar alguns mais depois.

5) Se você for ficar menos tempo na cidade, tente pensar mais ou menos quantos deslocamentos precisarão ser feitos de metro ou trem para ter em mente se compensa comprar dessa forma ou pelo Visit 1, 3, 5 dias!

dsc_0239

6) Validar a comprar, pegar os bilhetes e retirar cartão. Se pagar em dinheiro, fique atento com o troco.

Pra mim, sempre valeu a pena comprar os 10 bilhetes e depois individuais (os que faltaram, além de Versailles).

Como andar de metrô?

Ok, já está com o mapa nas mãos mas está com aquele olhar perdido, sem saber se embarca no trem, se tenta pedir ajuda, ou se senta e chora?rss Calma. Vamos lá para umas dicas básicas que vão te ajudar bastante…garanto que depois do primeiro dia na cidade você já vai conseguir se virar muito bem!

Metrô de Paris

Dica 1: Super importante – carregue o bilhete de metrô durante todo o tempo com você. A qualquer momento, algum fiscal poderá te abordar e e solicitar o bilhete, para comprovar que pagou por ele. Caso você não tenha, além da vergonha, poderá pagar uma multa altíssima.

Dica 2: as 14 linhas de metrô são aquelas que possuem um número e cobrem a cidade- todas as estações que possuem letras são, na verdade, estações de trem, que te levarão a outras cidades, aeroportos…você pode pegar nas estações o mapa dos trens também.

Dica 3: Horário de funcionamento: De segunda a sexta das 05:30 as 00:30; sábados e domingos das 05:30 as 02:15. Se estiver com o horário apertado, é sempre bom dar uma checada em qualquer eventualidade.

Metrô de Paris

dsc02632

Exemplo:

Eu fiquei hospedada num hotel próximo à estação Jussieu (Linha 7) e precisava ir ao Louvre (linha 1). Para isso, pego o metrô sentido La Courneure e desço em Palais Royal Musee du Louvre, justamente onde começa a linha amarela…repare que o esquema do metrô de Paris é o mesmo das linhas daqui de São Paulo, não é nada confuso como Nova York, por exemplo…

capture

O que eu gosto de fazer é de organizar os passeios de forma a ter muitas atrações próximas para eu possa conhecer bastante coisa a pé, além, é claro, de não perder muito tempo com deslocamento. Para isso, acho que vale super a pena, quando estiver programando a sua viagem, anotar qual a estação de metrô mais próxima do seu destino.

dsc_0240

“Sortie” significa “Saída” em francês!

 

Espero ter ajudado vocês com esse post! E não se esqueçam: Para viajar à França, é preciso fazer o Seguro Viagem, clique no banner abaixo para fazer uma cotação junto a Real Seguros (você não paga nada a mais por isso e o blog ganha uma comissão!)

seguro_viagem_geral_468x60

Já pesquisou seu hotel em Paris? Dê uma pesquisada aqui no Booking:

Postado em

É com muita alegria (e saudades) que inicio essa série de posts com dicas de Paris para você ter todas as informações mastigadinhas para programar a sua viagem à Cidade Luz, que é o sonho de muita gente, né? Eu confesso a vocês que, apesar de já ter ido 2 vezes, voltaria todos os anos […]

Postado em

A Exposição Gaudi: Barcelona, 1900 no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, passou a ser exibida em 19 de novembro e vai até 15 de fevereiro de 2017, trazendo ao visitante um pouco da história desse fantástico arquiteto catalão, bem como fotos e réplicas de trabalhos de Gaudi. Eu não consegui comprar o ingresso pela […]

Postado em

Sem dúvidas, o passeio de escuna em Paraty foi a melhor pedida na cidade – e que recomendo muuuito que você faça. São diversas empresas que oferecem o serviço do passeio, com saída no cais de Paraty. Optamos pela Escuna Banzay, dos mesmos proprietários da pousada onde ficamos – o preço foi R$ 50 por pessoa (Base […]

Postado em

Ontém finalmente fui conhecer o Burguer Map, a mais badalada hamburgueria do ABC paulista, localizada em Santo André, pertinho da Rua das Figueiras, famosa por seus barzinhos. Chegamos por volta das 20:30 e tinham 6 mesas à nossa frente…preguicinha master de esperar mas é tão difícil eu ir para o ABC (mesmo meu namorado morando […]

Postado em

Ir a Paraty sem dedicar ao menos um dia para curtir as praias de Trindade é um enorme desperdício, confesso. Trindade é uma vila de Pescadores que fica a cerca de 30 kms de Paraty, com fácil acesso de carro – essa vila é bastante simples, mas tem muitas opções de restaurantes e pousadas, para […]

Postado em

Fundada em 1667, Paraty já foi uma cidade de grande importância econômica ao Brasil, graças aos engenhos de cana de açúcar (não é a toa que até hoje em dia encontra-se uma diversidade enorme de cachaças por lá…hehehe) e no século XVIII seu porto foi extremamente importante, exportando ouro do Brasil. Com a construção de […]

Postado em

Não está nos planos de ninguém ficar doente ou sofrer qualquer tipo de acidente (bate na madeira 3 vezes!!) durante uma viagem, mas infelizmente imprevistos acontecem, né? E é por isso (e pela obrigatoriedade de alguns países, que comentarei adiante) que eu nunca deixo de contratar um seguro em viagens internacionais e te aconselho a fazer o […]

Postado em

Curtiram os posts da Paraíba? Então acompanhe aqui um compilado de dicas sobre o que fazer em João Pessoa, incluindo algumas que não tiveram um post dedicado a elas. Vamos lá? 1) Praias de João Pessoa Tambau e Cabo Branco são as praias da cidade mais famosas (e mais cheias) para um bom banho de […]

Postado em

Ouvimos de várias pessoas que as praias do litoral sul de João Pessoa eram as mais bonitas da Paraíba, então partimos pra lá. Tivemos apenas 2 dias para aproveitarmos e infelizmente o tempo não estava dos melhores: no domingo até conseguimos aproveitar um pouco a praia de Coqueirinho, mas na segunda-feira, chovia e estava tudo deserto […]